5 estratégias nutricionais para a beleza das unhas, dos cabelos e da pele

Segundo dados de um recente relatório da Euromonitor (2020), a busca em estar bem consigo mesmo relaciona-se com a percepção do que é ter saúde. Ainda nesse contexto, em uma pesquisa com 500 mulheres, 43% delas associaram a pele do rosto à saúde e ao bem-estar (IBOPE INTELIGÊNCIA, 2015). Assim, podemos ver a importância do cuidado da beleza não só como sinônimo de estética, mas de autoestima e bem-estar, principalmente das mulheres.

As alterações ungueais, cutâneas e capilares são as principais queixas femininas, principalmente em relação à sua fragilidade, no caso do cabelo e das unhas, e flacidez, quando pensamos na pele. Mas por que será que elas acontecem?

 

Estilo de vida é tudo!

Como uma das principais pontes que unem os distúrbios estéticos, podemos destacar principalmente o estilo de vida. O padrão alimentar inadequado, o sedentarismo, o sono de má qualidade, o tabagismo, o estresse, entre outros fatores, impactam de forma direta a saúde ungueal, capilar e cutânea. Por isso a nutrição é uma grande aliada para favorecer o cuidado integrado da beleza a partir da nutrição efetiva do organismo, que  se refletirá no adequado funcionamento de todos os sistemas do corpo e, consequentemente, levará a uma melhora da qualidade, do fortalecimento e da aparência das unhas, dos cabelos e da pele.

 

Nutrientes aliados da beleza

Visto que a deficiência nutricional exerce grande influência na beleza, é importante destacar alguns nutrientes-chave, como o colágeno, o enxofre, o cálcio, a biotina e outras vitaminas do complexo B, ferro, cobre, vitamina A e vitamina C, que atuam na síntese e na estabilização da queratina e do colágeno. Destaca-se ainda o papel do selênio e da vitamina E na prevenção dos danos causados pelos radicais livres, que podem impactar na estrutura capilar e ungueal. Vale ressaltar a importância da vitamina B12 e do cobre para a coloração do fio de cabelo.

Separamos, pensando nisso, 5 estratégias para incluir nas suas condutas e auxiliar você a proporcionar maior bem-estar para suas pacientes! Confira:

1- Melhorar a saúde intestinal: é no intestino que a maior parte dos nutrientes é absorvida e, por isso, é necessário que sua função esteja otimizada quando pensamos em nutrição estética. Desse modo é de suma importância a correção da disbiose, da permeabilidade intestinal e do trânsito intestinal de forma a otimizar a absorção nutricional. Assim, a hidratação, o consumo de alimentos ricos em fibras (farelo de aveia, sementes de chia e linhaça e psyllium) e alimentos fermentados, como kefir e kombucha, auxiliam na manutenção da saúde intestinal contribuindo para este objetivo.

2- Colágeno – a proteína de beleza: por fazer parte de todos os tecidos estruturais (cabelo, unhas e pele), o colágeno é considerado a proteína da beleza, por isso, sua suplementação é incentivada para promover  cuidado, fortalecimento e revitalização destas estruturas., principalmente o colágeno Verisol®. Hexsel et al. (2017) conduziram um estudo com participação de 25 pessoas, que receberam 2,5g de peptídeos de colágeno (Verisol®) por dia, durante 24 semanas, com pausa de 4 semanas. Houve aumento da taxa de crescimento das unhas e diminuição na frequência de unhas quebradas após a suplementação. Vollmer et al. (2018) verificaram a influência dos peptídeos bioativos de colágeno Verisol® em 114 mulheres de 45 a 65 anos. No estudo randomizado, elas receberam 2,5g de colágeno ou placebo uma vez ao dia, por oito semanas. Os resultados apontaram redução significativa de rugas oculares em quatro semanas e aumento de colágeno e elastina após oito semanas.

3- Ajuste do consumo diário de proteínas: além do colágeno, todos os tecidos estruturais são formados em sua grande parte por queratina. Por isso, para sua síntese endógena é fundamental oferecer os aminoácidos necessários através do aporte proteico adequado, levando em consideração as necessidades nutricionais individuais de cada paciente. Assim, a falta dos aminoácidos essenciais para a manutenção dérmica, ungueal e capilar, a partir de um padrão alimentar com baixo aporte de proteínas, pode afetar essas estruturas.

4- Aumentar o consumo dos alimentos fontes dos nutrientes da beleza: além de oferecer os aminoácidos necessários para a formação das proteínas da beleza, é fundamental que haja a adequação do consumo dos nutrientes necessários para a síntese dessas, além da manutenção dos tecidos estruturais. Por isso, folhas verde-escuras (ferro e cálcio); brócolis, couve-flor, repolho e couve (enxofre); alimentos alaranjados (com precursores de vitamina A); morango, acerola, laranja, goiaba e limão (vitamina C); grãos e sementes, como feijões e semente de abóbora (ferro e zinco); cereais integrais, como aveia, arroz e quinoa (vitaminas do complexo B) e castanha-do-brasil (selênio) devem fazer parte da rotina alimentar de quem deseja uma rotina de beauty care eficaz.

5- Incluir um suplemento de qualidade e completo: além da melhora da qualidade da alimentação, a associação com um suplemento de qualidade e com equilíbrio de nutrientes em sua composição reforça a nutrição destes tecidos estruturais. Um ensaio clínico randomizado avaliou o efeito de uma formulação biomineral contendo aminoácidos (l-cistina, l-arginina, ácido glutâmico), vitaminas (C, E, B6 e biotina) e minerais (zinco, ferro e cobre) na saúde ungueal, provando ser bem tolerada e eficaz no fortalecimento e uniformização das unhas em indivíduos com onicosquizia (descamação da unha) após 3 meses de tratamento (SPARAVIGNA et al., 2019). Braun e Heinrich (2020) reuniram vários estudos científicos evidenciando que suplementos com múltiplos nutrientes, como ferro, vitamina C, vitaminas do complexo B, zinco, vitamina E e aminoácidos é eficaz na redução da queda de cabelo, além de propiciar melhora da densidade dos fios.

VMC Hair, Nails & Skin da Naiak é um suplemento alimentar completo em cápsulas, composto por 8 vitaminas, 2 minerais quelados e colágeno Verisol®, que são essenciais para o cuidado da beleza.

 

REFERÊNCIAS

SIMAS, L.A.W.; WOLPE, R.E. Manual de Atendimento em Nutrição Estética. Curitiba: editora , 2016.

PUJOL, A. P. Manual de Formulações para Prática Clínica. Camboriú: Ed. do Autor,  2019.

VOLLMER, D.; WEST, V.; LEPHART, E. Enhancing Skin Health: By Oral Administration of Natural Compounds and Minerals with Implications to the Dermal Microbiome. International Journal of Molecular Sciences, v. 19, n. 10, p.3059-3094, 2018.

HEXSEL, D. et al. Oral Supplementation With Specific Bioactive Collagen Peptides Improves Nail Growth and Reduces Symptoms of Brittle Nails. Journal of Cosmetic Dermatology, v. 16, n. 4, p. 520-526, 2017.

GUO, E. L.; KATTA, R. Diet and hair loss: effects of nutrient deficiency and supplement use. Dermatology Practical & Conceptual, v. 7, n. 1, p. 1-10, 2017.

SPARAVIGNA, A.; TENCONI, B.; LA PENNA, L. Efficacy and tolerability of a biomineral formulation for treatment of onychoschizia: a randomized trial. Cosmetic and Investigational Dermatology, v. 12, 2019.

BRAUN, N.; HEINRICH, U. What Can Complex Dietary Supplements Do for Hair Loss and How Can It Be Validly Measured—A Review. Appl. Sci, v. 10, p. 4996, 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *