Alta densidade nutritiva e benefícios comprovados do óleo de pequi

A busca pela qualidade de vida e a saúde em geral tem grande influência dos hábitos alimentares e do estilo de vida. A prática regular de exercícios e o uso de nutracêuticos são fatores complementares que, também, merecem atenção. Os óleos essenciais, em particular, estão cada vez mais presentes no mundo da suplementação devido à sua importância nutricional. Dentre eles, destaca-se o óleo de pequi.

O pequi, derivado da Caryocar brasiliense Camb., é um fruto oleaginoso típico do cerrado brasileiro e possui alta densidade nutritiva, com compostos importantes para a saúde, como antioxidantes, ácidos graxos, vitaminas e minerais. Os teores elevados de lipídios, bem como de compostos fenólicos e carotenoides totais, são superiores aos constatados em diversas frutas brasileiras.

Aproximadamente, 55% do óleo de pequi são compostos por ômega-9, um lipídeo que apresenta potentes efeitos positivos ao organismo, tais como a melhora da absorção de nutrientes da dieta, inibição do acúmulo de tecido adiposo abdominal, regulação dos níveis de colesterol e triglicérides e o auxílio no fortalecimento de articulações.

Além do conteúdo lipídico, o óleo fornece carotenoides antioxidantes com grandes benefícios ao corpo, podendo prevenir lesões oxidativas em atletas que apresentam treinamento exaustivo, reduzir o estresse oxidativo associado ao desenvolvimento de doenças crônicas e auxiliar na longevidade celular, desse modo promovendo bons efeitos na saúde da pele.

Diante da composição nutricional do óleo de pequi, ressalta-se que o principal benefício de sua suplementação diária é a ação antioxidante, que é capaz de auxiliar na redução do estresse oxidativo e dos danos provocados pelos radicais livres, assim, contribuindo para o aumento do sistema antioxidante e a prevenção de doenças crônicas.

 

REFERÊNCIAS

 

BRASIL. Ministério da Saúde. Vigilância de Fatores de Risco E Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico – VIGITEL. Disponível em: < https://biavati.files.wordpress.com/2014/05/vigitel-2013.pdf>. Acesso em: 26 maio 2017.

 

CERQUEIRA, F. M.; MEDEIROS, M. H. G. de; AUGUSTO, O. Antioxidantes dietéticos: controvérsias e perspectivas. Química Nova, São Paulo, v. 30, n. 2, p. 441-449, 2007.

 

GRISOLIA, C. Propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e fitoterápicas do óleo e do extrato da polpa do pequi (Caryocar brasiliense). Revista Brasileira de Nutrição Funcional, Ano 17. Edição 69.

 

MIRANDA-VILELA, A. et al. Antigenotoxic activity and antioxidante properties of organic and aqueous extracts of pequi fruit (Caryocar brasilense Camb.) pulp. Genetics and Molecular Biology, v.31, n.4, p.956-963, 2008.

 

SANTOS, M.; OLIVEIRA, N. Ação das vitaminas antioxidantes na prevenção do envelhecimento cutâneo. Disciplinarum Scientia. Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 14, n. 1, p. 75-89, 2013.

 

SHAMI, N. J. I. E.; MOREIRA, E. A. M. Licopeno como agente antioxidante. Revista de Nutrição. Florianópolis, v. 17, n. 2, p. 227-236, abr./jun., 2004.

Nova identidade visual da Naiak é lançada no 6º Meeting Brasileiro de Nutrição Esportiva

A Naiak, empresa especialista em desenvolver nutracêuticos e alimentos funcionais, lança nova identidade visual no 6º Meeting Brasileiro de Nutrição Esportiva, 1ª Expo Internacional de Suplementos & Superfoods.

Com a proposta de uma renovação que acompanhe o seu crescimento atual, a marca escolheu o congresso que promove atualização científica para apresentar a sua mudança.

A transformação uniu o DNA Naiak com a sofisticação de um design repensado. Também um site ainda mais atualizado com informações técnicas dos produtos e facilidades de compra on-line.

O estande Naiak recebeu os participantes do evento, em momentos de troca de experiências e de contato direto com profissionais da saúde, apresentando os diferenciais e novidades da marca.