Naiak – 10 anos promovendo a beleza da vitalidade!

Onde nasceu a Naiak

A Naiak, no dia 24 de agosto de 2020, completou 10 anos de existência. Uma empresa 100% brasileira, que nasceu na Chácara em Vargem Bonita, em Brasília, em meio às plantações de camomila, com o objetivo de apoiar e expandir a cultura de preservação e valorização da natureza por todo o Brasil. É neste mesmo local que, até hoje, grande parte dos chás e das especiarias que fazem parte da linha de produtos é cultivada.

Reinventar-se é preciso!

Em 2016, a vontade de crescer ganhou força e fez a Naiak reinventar-se: passando por um processo de mudança de logomarca e embalagens, também, inovou na produção de nutracêuticos, alimentos e suplementos alimentares, sempre, com a mesma dedicação e o compromisso com a alta qualidade, tornando-se uma referência no mercado.

 

Propósitos da marca

Com produtos de que são referência no Brasil, a Naiak tem o propósito de entregar, em cada produto que produz, saúde, beleza e vitalidade! Preza por sua origem, matéria-prima de qualidade, transparência, rastreabilidade do processo e eficácia, além de valorizar a natureza e a força do natural.

Acreditamos que saúde é sinônimo de bem-estar e de encontrar-se com a sua essência, em todas as fases da vida, bem como a beleza se traduz em cada instante de autocuidado e autoamor. Por isso, a Naiak quer fazer parte de todos esses momentos, com uma linha de produtos de qualidade e eficácia.

2020 – Mais mudanças na sua linha

A camomila faz parte da essência da empresa e por isso que essa flor, tão delicada e, ao mesmo tempo, tão grandiosa em benefícios, serviu de inspiração para os primeiros cosméticos da linha. A camomila é uma das flores mais delicadas, possui um dia certo para florir e para colher, assim, precisando de cuidados diários. E é este cuidado e carinho da natureza que a Naiak quis trazer para a sua linha de dermocosméticos, com o extrato e o óleo de camomila em sua composição.

 

Óleos naturais: riqueza da natureza para o self care!

Por que incluir uma rotina de autocuidado?
Ter um momento, na rotina, visando cuidar de si é parar para priorizar a você mesmo! Isso gera benefícios para a saúde mental, a autoestima, a autoconfiança e o bem-estar; e, atualmente, todos nós estamos precisando disso no dia a dia corrido e estressante. Além disso, a pele e o cabelo são tecidos que conectam o nosso interior com o exterior e transmitem as alterações fisiológicas ou emocionais, merecendo ser cuidados com carinho, tanto mediante uma boa alimentação e nutrição quanto por meio de uma rotina de self care com produtos de qualidade superior.

Escolha bem: prefira os dermocosméticos naturais
A escolha por dermocosméticos naturais deve ser a prioridade, pois a composição desses produtos incluem ingredientes provenientes da natureza, como extratos vegetais, óleos vegetais e pigmentos naturais. Além disso, não têm em sua composição parabenos, silicones, corantes e fragrâncias artificiais, que normalmente estão presentes nos dermoscosméticos convencionais e que, em excesso, podem prejudicar a homeostase do corpo.

Descubra a novidade Naiak para o self care

Para auxiliar na sua rotina da beleza diária, trazendo o cuidado e o carinho da natureza, a Naiak desenvolveu uma linha de dermocosméticos formulados com os melhores ativos naturais, tendo como base a camomila! Uma das novidades da marca é o Flor de Chamomile, um óleo multifuncional que reúne os óleos de camomila, de jojoba, de melaleuca, de argan e vitamina E, que agem em sinergia para cuidar da pele e do cabelo. Conheça mais os componentes deste produto inovador!

Um pouco da história dos óleos naturais

Os óleos vegetais estão entre os principais ativos naturais mais utilizados no âmbito da estética. Desde a Antiguidade, o óleo era produzido a partir de plantas, frutas e sementes ricas em gordura. Os moinhos para moer produtos, os chamados “moinhos de Jericó”, eram compostos por duas pedras, entre as quais nozes e amêndoas eram esmagadas. Os óleos não eram usados ​​apenas para preparar refeições, mas também na medicina e, principalmente, para massagem e cuidados com a pele, visto que eles formam uma barreira protetora contra agressões externas, além do alto teor de compostos bioativos presentes neles, que propiciam diversos benefícios.

Benefícios do óleo de camomila

A camomila é uma das plantas mais utilizadas nos cosméticos devido ao seu alto teor de compostos bioativos; e é uma planta que faz parte da essência da Naiak. Para fins estéticos, o uso do seu óleo proporciona efeito anti-inflamatório, ajudando a reduzir a inflamação, irritação e vermelhidão, além de prevenir o ressecamento cutâneo. Ele também desempenha ação imunomoduladora, o que pode auxiliar no tratamento de algumas doenças de pele, como a acne, já o seu efeito antioxidante contribui para o clareamento da pele. Em relação ao cabelo, ela promove hidratação, brilho, maciez, limpeza e melhora o alinhamento dos fios. (JADOON et al., 2015; ABURJAI, FEDA; 2002).

Mas, os seus benefícios vão além da estética. O seu óleo tem sido associado a tratamento coadjuvante da síndrome do túnel carpal, uma inflamação que acomete o nervo mediano do canal do carpo, gerando dor, dormência e até imobilização da mão. Conforme Hashempur et al. (2017), em um estudo controlado, randomizado e duplo-cego, a aplicação tópica do óleo de camomila, por quatro semanas, promoveu melhora da funcionalidade, dinamometria e severidade dos sintomas no grupo de intervenção.

Efeitos do óleo de argan

Com alto teor de polifenóis, ácidos graxos monoinsaturados, tocoferóis e esqualeno, o óleo de argan restaura a barreira protetora, contribuindo para melhorar a hidratação, elasticidade e maciez da pele. A presença de tocoferóis proporciona efeito antioxidante, que auxilia no combate aos radicais livres, que podem levar ao envelhecimento da pele. Seu uso no cabelo irá revitalizar os fios, melhorando a hidratação, a nutrição e fortalecendo a estrutura capilar.

Contribuições do óleo de melaleuca

A este óleo são relacionados efeitos antioxidante, anti-inflamatório, bactericida, além de auxiliar na cicatrização cutânea, fazendo com que ele seja aliado ao tratamento da acne e da dermatite seborreica.

Benefícios do óleo de jojoba

Com alta compatibilidade com a pele, seu alto teor de ésteres de cera promove efeito de reparo da barreira cutânea, dessa forma, contribuindo para o aumento da hidratação. Além disso, contribui para a melhora da cicatrização e na proteção contra o envelhecimento precoce. É um óleo indicado para todos os tipos de pele, devido ao fato de ser hipoalergênico. Ele também proporciona fortalecimento e flexibilidade aos fios capilares.

Incluir Flor de Chamomille na sua rotina de beleza é trazer o cuidado da natureza para a sua pele e cabelo! Um óleo multifuncional e 100% natural, vegano e livre de ativos químico que auxilia a promover hidratação, leveza e efeito calmante.

Referências

ANDRADE, K.; MEJIA, D.P.M. Ação dos antioxidantes tópicos no combate ao envelhecimento cutâneo. Monografia (Pós-graduação em Dermocosméticos e Cosmetologia Clínica Biocursos). Disponível em: <https://portalbiocursos.com.br/ohs/data/docs/201/4-AYYo_dos_antioxidantes_tYpicos_no_combate_ao_envelhecimento_cutYneo.pdf>. Acesso em 19 de ago. 2020. CHAUHAN, E.S.; JAYA, A. Chamomile an Ancient Aromatic Plant – A Review. J Ayu Med Sci., v.2, n.4, p.251-255,2017. DELSIN, S. D.; CAMPOS, P. M. B. G. M. Hair care formulations containing argan oil: development, stability and texture profile. Biomed Biopharm Res.,v.12,n.2,p.233-242,2015. FONTES, I. J. G. Antioxidantes como substâncias cosmetologicamente activas. 2013, p.1-46. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêutica) – Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Lisboa, 2013. HASHEMPUR, M. H. et al. Efficacy of topical chamomile oil for mild and moderate carpal tunnel syndrome: A randomized double-blind placebo-controlled clinical trial. Complement Ther Clin Pratc., v. 26, p. 61-67, 2017. KRIST, S. Vegetable Fats and Oils. 2020. Disponível em: <https://link.springer.com/chapter/10.1007/978-3-030-30314-3_59>. Acesso em 25 ago. 2020. LIN, T-K. et al. Anti-Inflammatory and Skin Barrier Repair Effects of Topical Application of Some Plant Oils. Int J Mol Sci., v.19, n.1, p.70, 2018. PAZYAR, N. et al. A review of applications of tea tree oil in dermatology. Int J Dermatol., v.52, n.7, p.784-90, 2013. SINGH, O. et al. Chamomile (Matricaria chamomilla L.): An overview. Pharmacognosy Reviews, v.5, n. 9, p.82, 2011. STALLINGS, A.F.; LUPO, M.P. Practical Uses of Botanicals in Skin Care. The Journal of Clinical and Aesthetic Dermatology, v.2, n. 1, p. 36-40, 2009. TSAI, F-J. et al. Evaluation of the antioxidative capability of commonly used antioxidants in dermocosmetics by in vivo detection of protein carbonylation in human stratum corneum. J Photochem Photobiol B, v.112, p.7-15,2012. YANG, S. et al. Encapsulating plant ingredients for dermocosmetic application: an updated review of delivery systems and characterization techniques. International Journal of Cosmetic Science, v. 42, n. 1, p. 16-28, 2020.

Guia de chás para seu dia a dia

Por dentro do universo dos chás

A fitoterapia é um campo da medicina que utiliza plantas para tratar doenças ou como agentes promotores de saúde. O seu uso mais tradicional, geralmente, inclui toda a parte da planta, na forma de chás, como estratégia de prevenção e tratamento de diversas desordens.

Os chás de ervas e especiarias, há muito tempo, são utilizados como veículos terapêuticos nos sistemas de saúde chinês, indiano e em diferentes povos indígenas. Podem ser feitos a partir da infusão ou decocção, na água, de raízes, folhas, flores e outros componentes de uma gama extremamente diversificada de espécies vegetais. Eles contêm uma grande variedade de compostos e podem desempenhar um papel significativo no fornecimento de nutrientes e compostos bioativos.

Qual das ervas e especiarias escolher?

A grande variedade de plantas medicinais existentes pode confundir na hora de escolher o chá a ser incluso na rotina! Por isso, é importante conhecer bem as propriedades e os benefícios de cada planta, além do nome científico e a parte mais indicada a ser utilizada, de forma a incluir o chá que seja o mais indicado.

Camomila (Matricaria recutita)

Uma planta milenar, presente principalmente na Europa e nas Américas, com aroma e sabor bem característicos! Seus principais compostos bioativos são os sesquiterpenos  (por exemplo, bisabolol, farneseno), sesquiterpenelactonas (por exemplo, chamazuleno, matricina), flavonoides (por exemplo, apigenina, luteolina) e óleos voláteis, que são os principais responsáveis por seus diversos benefícios para a saúde, sendo extraídos na infusão das flores. Devido à presença dos óleos voláteis, é importante que essa extração seja realizada de forma abafada. Ela é comumente usada para o manejo da ansiedade, depressão e insônia. Embora os mecanismos específicos de ação por trás dos seus benefícios ainda sejam desconhecidos, principalmente os flavonoides desta erva demonstraram capacidade de modular várias vias de neurotransmissores, incluindo noradrenalina, dopamina, serotonina e ácido gama-aminobutírico (GABA). Além disso, ela também está associada com a melhora de desconfortos gastrointestinais, como em episódios de diarreia e na melhora da mastalgia associada à Síndrome Pré-Menstrual.

Hibisco (Hibiscus sabdariffa)

Pertencente à família Malvaceae, é amplamente cultivado em muitos países. Esta planta é rica em fitoquímicos como polifenóis – principalmente antocianinas, polissacarídeos e ácidos orgânicos ‒, e em nutrientes como ferro e vitamina C, tendo, portanto, uma enorme perspectiva para usos terapêuticos. A parte mais utilizada para o preparo de infusões, que podem ser consumidas frias ou quentes, são as flores. Entre os principais potenciais terapêuticos está o auxílio do tratamento da hipertensão arterial por atuar reduzindo os níveis de pressão, também, pelo seu efeito antidiurético, além da presença de seus compostos bioativos, que, consequentemente, contribuem na redução do acúmulo de líquidos. Também contribui para a redução dos níveis de ácido úrico. Ao hibisco também é atribuído efeitos anti-hiperlipidêmico, melhorando as concentrações séricas de colesterol, e anti-inflamatório, podendo contribuir para o tratamento da obesidade e as condições associadas a esta.

Hortelã (Mentha piperita L.)

É cultivada principalmente na Europa, Ásia, Estados Unidos, Índia e países do Mediterrâneo devido ao seu valor comercial e aroma particular. É rica em mentol, mentona, acetato de mentil, compostos fenólicos lignanos e estilbenos, flavonoides e óleos essenciais, que promovem benefícios à saúde. Suas folhas e partes aéreas são as mais utilizadas para o preparo das infusões. Seu uso promove melhora da digestão e redução de desconfortos intestinais, como gases e dores, inclusive, em quadros de Síndrome do Intestino Irritável, além de auxiliar no tratamento da inflamação da garganta e de resfriados graças às suas ações antiviral e antifúngica.

Chá-verde (Camellia sinensis)

Um chá consumido há séculos no Japão e China e que ganhou o restante do mundo devido aos seus efeitos benéficos à saúde de forma abrangente, principalmente relacionados à presença da epigalocatequina-3-galato, mas também em razão a outros nutrientes e compostos bioativos, como ácido clorogênico e gálico, l-theanina, cafeína, manganês, cromo, quercetina, proantocianidinas e outros. O chá-verde possui propriedades anti-inflamatória, antioxidante, anticolagenase, anticancerígena, termogênica e fotoprotetora e, por isso, pode ser utilizado como aliado na perda de peso, contra o fotoenvelhecimento e flacidez, no controle glicêmico, na prevenção da hipertensão arterial, etc. A infusão das suas folhas é a melhor forma de consumi-lo.

Erva-cidreira (Melissa officinalis)

A erva-cidreira ou melissa é uma planta medicinal que, há muito tempo, é utilizada em diferentes sistemas de saúde, principalmente na Europa, para o tratamento de várias doenças. Ela contém compostos voláteis, triterpenoides, ácidos fenólicos e flavonoides e possui atividades ansiolítica, antiviral e antiespasmódica, sendo aliada no tratamento da depressão, insônia e ansiedade, melhorando humor, cognição e memória, além de contribuir na redução de gases e na redução de espasmos musculares, melhorando dores gastrointestinais. Os principais mecanismos propostos para seus efeitos se dão por uma atividade inibitória da AChE, da estimulação dos receptores acetilcolina e GABA, bem como a inibição da matriz metaloproteinase-2.

Boldo (Peumus boldus)

Originário do Chile, o boldo é uma erva de sabor marcante, sendo uma erva que apresenta poucos relatos na literatura, mas apoonta-se sua eficácia no tratamento de desordens como dispepsia funcional, gastrite e parasitores do trato digestivo. A parte mais utilizada são as folhas na forma de infusão.

Carqueja (Baccharis trimera)

É uma planta amplamente distribuída na América do Sul e tem sido tradicionalmente usada para tratar várias doenças, particularmente associadas a distúrbios hepáticos e gástricos, promovendo proteção hepática e auxiliando na recuperação da mucosa do estômago e no tratamento de desordens como dispepsia funcional, gastrite. As partes aéreas e folhas são as utilizadas para realizar a infusão. Os seus benefícios ocorrem devido à presença de compostos bioativos como flavonoides, terpenos e ácido clorogênico.

Para aproveitar esses benefícios é fundamental a escolha de ervas de qualidade superior, assim como os Chás Preservar da #Naiak! Toda a linha é formulada com as partes indicadas das ervas, de forma que promovam seus efeitos terapêuticos, com o controle na produção e responsabilidade socioambiental. Todo o cuidado para oferecer o melhor da natureza para sua saúde!

 

Referências

FALZON, C. C.; BALABANOVA, A. Phytotherapy. Primary Care: Clinics in Office Practice, v. 44, n. 2, p. 217-227, 2017.

POSWAL, F. S. et al. Herbal Teas and their Health Benefits: A Scoping Review. Plants Foods for Human Nutrition, v. 74, n. 3, p. 266-276, 2019.

MIRAJ, S.; ALESAEIDI, S. A Systematic Review Study of Therapeutic Effects of Matricaria Recuitta Chamomile (Chamomile). Electronic Physician, v.8, n.9, p. 3024-3031, 2016.

SAGHAFI, N. et al. Effectiveness of Matricaria chamomilla (chamomile) extract on pain control of cyclic mastalgia: a double-blind randomised controlled trial. Journal of Obstetrics and Gynaecology, v. 38, n. 1, p. 81-84, 2018.

RIAZ, G.; CHOPRA, R. A review on phytochemistry and therapeutic uses of Hibiscus sabdariffa L. Biomedicine & Pharmacotherapy, v. 102, p. 575-586, 2018.

MAHENDRAN, G.; RAHMAN, L-U. Ethnomedicinal, phytochemical and pharmacological updates on Peppermint (Mentha × piperita L.)-A review. Phytotherapy Researchn, 2020.

PASTORIZA, S. et al. Healthy properties of green and white teas: an update. Food & Function, v. 8, n. 8, p. 2650-2662, 2017.

CHU, C. et al. Green Tea Extracts Epigallocatechin-3-gallate for Different Treatments. BioMed Research International, v. 2017, 2017.

MALONGANE, F.; MCGAW, L. J.; MUDAU, F.N. The synergistic potential of various teas, herbs and therapeutic drugs in health improvement: a review. Journal of The Science of Food and Agriculture, v. 97, n. 14, p. 4679-4689, 2017.

SHAKERI, A.; AMIRHOSSEIN SAHEBKAR, A.; JAVADI, B. Melissa officinalis L. – A review of its traditional uses, phytochemistry and pharmacology. Journal of Ethnopharmacolology, v. 188, p. 204-228, 2016.

SAAD, G. A. et al. Fitoterapia Contemporânea: Técnica e Ciência na prática Clínica. 2. ed. São Paulo: Editora Guanabara Koogan LTDA. 2016.

SILVEIRA, A. C. R.; COSTA, D. C. A review of biological and pharmacological activities of Baccharis trimera. Chemico-Biological Interactions. Chemico-Biological Interactions, v. 296, p. 65-75, 2018