Café: uma paixão nacional

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o Brasil conta com o maior número de pessoas com ansiedade no mundo: cerca de 18,6 milhões de habitantes. Somado a isso, nosso país ocupa a segunda posição mundial de países com maior nível de estresse, conforme aponta a pesquisa do International Stress Management Association. E uma das consequências desse quadro é o declínio da concentração e excesso de fadiga mental e física, prejudicando as atividades do dia a dia e o trabalho.

Dessa forma, as estratégias para auxiliar as pessoas a obterem mais energia são fundamentais, principalmente para quem está em período de pré-vestibular, fechamento de final de ano ou que simplesmente precisa de um estímulo para a realizar as tarefas do cotidiano. E é nesse momento que as pessoas acabam recorrendo ao cafezinho!

O café é uma das bebidas mais consumidas no mundo, sendo que o Brasil ocupa a segunda posição no ranking mundial de consumo. Ele é originário da Etiópia e foi introduzido em nosso país em 1727, tendo papel fundamental no desenvolvimento econômico brasileiro. Os principais tipos plantados no Brasil são o Arábica e o Robusta, sendo o primeiro de sabor mais agradável. O grão torrado possui mais de mil compostos bioativos, entre eles, cafeína, ácido clorogênico, diterpenos, cafestol e kahweol.

A cafeína é a substância responsável pelos efeitos estimulantes do café. Isso porque ela irá atuar nos receptores de adenosina, um neurotransmissor responsável pela sensação de sono e cansaço: a cafeína se liga aos receptores dessa substância e impede sua ação. Dessa forma, reduz a fadiga, melhorando também o foco e a concentração. E, realmente, não há nada melhor do que uma xícara de café no meio da tarde para dar um estímulo nas atividades.

Mas o que os estudos científicos nos indicam é que os efeitos benéficos do café vão além da melhora da energia: também lhe são atribuídas ações antioxidante e anti-inflamatória pela presença de diversas substâncias que compõem o grão. O consumo de 2 a 4 xícaras de 50 ml por dia parecem ter correlação com a proteção contra o desenvolvimento do Diabetes mellitus tipo 2, Doença de Alzheimer, Mal de Parkinson, Doença Hepática Gordurosa Não Alcoólica e o aparecimento de alguns tipos de câncer, como o hepático.

A Naiak apresenta em sua linha de produtos o Boost Up Coffee, uma bebida à base de café, leite de coco, cacau e especiarias como canela e noz-moscada e que é perfeita para quem deseja obter todos os benefícios encontrados nesse grão tão rico, de forma prática no seu dia a dia, além de consumir o café de uma forma diferente e saborosa!

 

REFERÊNCIAS

 

POOLE, R. et al. Coffee consumption and health: umbrella review of meta-analyses of multiple health outcomes. BMJ (Clinical research ed.), v. 359, p. j5024, 2017.

CORNELIS, M.C. The Impact of Caffeine and Coffee on Human Health. Nutrients, v. 11, n. 2, p.416, 2019.

BUTT, M.S.; SULTAN, M.T. Coffee and its consumption: benefits and risks. Crit Rev Food Sci Nutr., v. 51, n. 4, p. 363-73, 2011.

MEJIA, E.G.; RAMIREZ-MARES, M.V. Impact of caffeine and coffee on our health. Trends Endocrinol Metab., v. 25, n. 10, p. 489-92, 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *